Consulte aqui seu Processo:

Insira seu usuário e senha para ter acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,53 5,53
EURO 6,71 6,71
PESO (ARG) 0,06 0,06

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Colapso em Manaus: Oficiais de Justiça garantem que oxigênio chegue a pacientes

A atuação dos Oficiais de Justiça tem contribuido para que os cilindros de oxigênio cheguem aos pacientes internados por COVID-19 na capital do Amazonas. O estado enfrenta um colapso no sistema de saúde por falta de oxigênio em hospitais de Manaus, que estão lotados por conta do aumento recorde de internações. A falta de oxigênio fez com que hospitais da capital amazonense acionassem a Justiça para que as empresas cumprissem os contratos e mantivessem o fornecimento do produto. Nos últimos cinco dias, os Oficiais de Justiça cumpriram persos mandados para que a entrega dos cilindros de oxigênio fosse restabelecida. Trabalhando na linha de frente, Máximo Soares de Sena, que é Oficial de Justiça há 14 anos, sabe que está arriscando a própria vida e dos seus familiares. “Num momento terrível dessa infecção, é triste, mas a sociedade agora está percebendo a importância das decisões judiciais e do trabalho feito pelos Oficiais de Justiça dessa forma. Nosso trabalho tem salvado vidas”, destacou. Acima, Oficiais de Justiça dando cumprimento a uma ordem judicial para apreender cilindros de oxigênio e destinar a paciêntes em estado grave pela Covid-19. Abaixo, os cilindros de oxigênio apreendidos. A exposição também tem feito vítimas entre Oficiais de Justiça. Segundo Máximo Soares, dos cerca de cinquenta colegas que atuam na linha de frente em Manaus, mais de quinze contraíram o estágio grave da Covid-19. A presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça do Amazonas, (Sindojus-AM), Marieda Rodrigues, criticou a falta de testagem para os Oficiais de Justiça. “Cinco Oficiais de Justiça já perderam a vida. Estamos trabalhando em meio ao caos e a categoria não consegue parar de trabalhar. Estamos na linha de frente. Para piorar, o Tribunal de Justiça não está realizando testagem para que possamos monitorar os colegas”, afirmou. De acordo com Marieda, a secretaria de Saúde do Estado do Amazonas atendeu um pedido feito pelo sindicato e forneceu 140 testes (tipo IgM e IgG). Desde então, a Entidade vem buscando enfermeiros ou médicos que possam aplicá-los. O Setor de Saúde do Tribunal de Justiça do Amazonas informou que seus funcionários não sabem como realizar os exames e se recusam a fazer o treinamento. “Como todas as unidades de Saúde estão colapsadas aqui em Manaus, nós também não conseguimos contratar enfermeiros, porque não há ninguém disponível”, explicou a presidente do Sindojus-AM. O presidente da AOJESP, Mário Medeiros Neto, também falou sobre a atuação dos Oficiais de Justiça durante a pandemia e a falta de apoio por parte dos tribunais. "Chama a atenção a falta de cuidado e despreparo com que os Tribunais nos estados têm tratado os Oficiais de Justiça, a sua linha de frente, aqueles que não deixam a Justiça parar, que concretizam as determinações judiciais, porque se o judiciário se restringisse apenas a trabalhos de gabinete, que não é menos importante, a sociedade não sentiria os efeitos reais, concretos, da importância do funcionamento do Poder Judiciário nesses momentos de caos, de calamidades. Além de contribuir para a garantia de oxigênio para os hospitais, no caso de Manaus, os Oficiais de Justiça cumprem determinações liberando leitos para o SUS em hospitais privados, estando totalmente expostos ao risco de contágio em razão de sua função essencialmente externa, pessoal,de contato. O risco da função é permanente. A função é extremamente relevante para a sociedade. São heróis anônimos. O Judiciário precisa valorizar mais esse profissional, dedicar mais cuidado; é de sua inteira responsabilidade. Acorda STF! Acorda CNJ! Acordem Tribunais!", acrescentou Mário Medeiros Neto.
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.