Consulte aqui seu Processo:

Insira seu usuário e senha para ter acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,17 4,17
EURO 4,59 4,59
PESO (ARG) 0,07 0,07

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Corregedoria Geral regulamenta videoconferência em diligências envolvendo réu preso

A Corregedoria Geral da Justiça regulamentou o cumprimento de mandado por videoconferência nas diligências em que o réu se encontra recolhido em unidade prisional. As diretrizes foram publicadas no Diário da Justiça Eletrônico desta quinta-feira (22/8), por meio do Parecer nº 323/19-J que internalizou o tema nas Normas de Serviço através do Provimento CG nº 37/19, que dispõe sobre o assunto.Na prática, a medida tenta estimular a utilização desse método de cumprimento de mandado, já que ainda pouco utilizado.De acordo com o Secretário de Normas e Serviços da AOJESP, Marcus Vinícius Nóbrega de Salles, a pouca utilização se dá pela a falta de equipamentos nas dependências dos fóruns e também nas unidades prisionais. “Poucos fóruns têm estrutura para utilização da videoconferência. E nos que têm, os Oficiais de Justiça reclamam da demora para executar os mandados”, explicou Salles.Segundo a diretora da AOJESP, Marilda Lace, da Barra Funda (Foro Criminal Central), apesar de haver estrutura ali, muitos Oficiais preferem se deslocar até o presídio vez que na videoconferência, o processo entre a requisição do preso e a sua realização demanda no mínimo quinze dias, e as Normas de Serviço preveem apenas três dias para cumprimento de mandado com réu preso. Veja a íntegra do parecer:  
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.