Consulte aqui seu Processo:

Insira seu usuário e senha para ter acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,17 4,17
EURO 4,59 4,59
PESO (ARG) 0,07 0,07

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Júri condena acusado de matar e esquartejar a própria tia

Réu fazia parte de um grupo de skinheads.     A 2ª Vara do Júri da Capital condenou na noite de hoje (23) um jovem acusado de homicídio qualificado contra a própria tia, com quem morava na Capital paulista. Ele foi sentenciado à pena de 20 anos e um mês de reclusão, em regime inicial fechado.     O réu também respondeu pelos crimes de ocultação de cadáver, vilipendiar cadáver ou suas cinzas e desobedecer a ordem legal de funcionário público. Consta nos autos que o sobrinho teria asfixiado e esquartejado a vítima e depois ocultado o corpo em um congelador por quase dois meses. O acusado, que fazia parte de um grupo de skinheads (grupo conhecido por pregar ódio às minorias), foi preso em agosto de 2015, após a tia ter sido dada como desaparecida. Ele tentou fugir dos policiais, mas seu carro colidiu com um poste e foi detido imediatamente.     Em sua decisão, a juíza Fernanda Salvador Veiga destaca que, em 4 de novembro de 2014, o réu foi condenado em outro processo, também pela prática de homicídio, e estava respondendo em liberdade.     Cabe recurso da decisão. O réu continuará preso.     Processo nº 0011209-41.2015.8.26.0001          imprensatj@tjsp.jus.br
23/04/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.