Consulte aqui seu Processo:

Insira seu usuário e senha para ter acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,45 5,45
EURO 6,32 6,32
PESO (ARG) 0,06 0,06

Órgão Especial e 34ª Câmara de Direito Privado homenageiam o desembargador Soares Levada

Magistrado faleceu no último dia 6.   Aos que ficam, a morte súbita deixa a sensação de não terem aproveitado, de forma plena, a convivência com aquele que se foi. Esse sentimento não se aplica a quem conviveu com o desembargador Cláudio Antonio Soares Levada. Embora tenha partido muito cedo, aos 63 anos, a cada atividade a que se propôs, ele esbanjou estudo, dedicação e intensidade. A alegria, a bondade, a competência, a humanidade e o amor pela família que o desembargador ostentava, no convívio fraterno e associativo com os colegas, foram lembrados, em homenagens repletas de emoção, nas sessões do Órgão Especial (veja o vídeo) de ontem (15) e da 34ª Câmara de Direito Privado, na segunda-feira (13). Integrante da Magistratura paulista por 38 anos, o desembargador Soares Levada, pai do juiz Filipe Antonio Marchi Levada, deixou legião de amigos, alunos e admiradores.   Órgão Especial – Ao dar início à sessão, o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco, externou o lamento dos integrantes do colegiado. “Magistrado que sempre granjeou o respeito da Corte e de seus colegas, advogados, membros do ministério público e defensores, mercê de seu conhecimento, de sua independência, de sua atuação sempre voltada a honrar o Tribunal Bandeirante, de sua honorabilidade, de seu compromisso com a causa pública e inteira dedicação aos que buscam para seus direitos doentes a cura da Justiça. Sua Excelência estava no apogeu de uma atividade profissional vitoriosa, intensa e fecunda e, não fosse essa tragédia, continuaria a nos encantar com seus votos bem escritos, bem fundamentados e que orientam a melhor prestação jurisdicional, além de contarmos com a presença de um colega, um amigo, sempre gentil e fraterno.” O vice-presidente, desembargador Luis Soares de Mello, também lamentou “o passamento súbito e terrivelmente assustador para nós todos”. Ele relatou que não conseguiu explicar o seu choque ao filho do colega falecido. “Não consegui senão tentar demonstrar meu susto, minha dor e solidariedade e pelo golpe que seus familiares e nós todos amigos sofríamos naquele momento. Levada é daqueles verdadeiramente imortais, Senhor Presidente, pela marca que deixa de seu sorriso gostoso e constante, de sua fala firme e forte, de sua garra a tudo aquilo a que se dedicava, e especialmente pela sua energia e vontade cativantes. [...] ...Sua energia e luz eram marcas certas de sua passagem entre nós e todos as percebiam em qualquer mínima movimentação que ele praticava”. O corregedor-geral da Justiça, desembargador Ricardo Mair Anafe, relatou a convivência que teve com o colega Soares Levada, desde à época em que foi juiz substituto em Jundiaí. “Sempre foi uma pessoa de perfil marcante, com passagens marcantes. [...] Na esfera associativa teve participação muito grande, ao nos deixar era o presidente do Conselho da Apamagis. Fui ao velório na terça-feira e fiz questão de render minhas homenagens ao nosso colega Filipe que tinha acabado de perder o pai. Eu havia perdido meu pai no sábado, aos 93 anos. A situação era diferente, mas sabia o que ele estava passando e quis compartilhar com ele esse sentimento. Novamente quero deixar aqui minhas homenagens ao Levada, bom amigo, bom juiz. Amigo memorável.” O procurador de Justiça Wallace Paiva Martins Junior, falando em nome do Ministério Público, ressaltou a orientação devotada pelas decisões do colegiado, sempre presente na atuação do desembargador Soares Levada. “Conheci-o em 1989, na Comarca de Jundiaí. Eu era promotor de Justiça e Sua Excelência era juiz do júri. Sempre com bom humor, contagiante.” Em razão da extensa pauta do dia, os desembargadores renderam homenagens ao colega Soares Levada durante o decorrer da sessão ou pelo chat, já que a sessão é realizada pela Plataforma Teams. “Tudo o que foi dito é pouco”, resumiu o desembargador James Siano.   34ª Câmara de Direito Privado – Na primeira sessão da 34ª Câmara de Direito Privado, depois do falecimento do desembargador Soares Levada, que foi acompanhada por dezenas de magistrados, advogados e familiares do desembargador, o presidente Pinheiro Franco definiu o colega como uma pessoa extraordinária, um amigo sempre gentil e fraterno. “Integrou essa Corte com um brilho invulgar. Ele jamais será esquecido por sua atuação como juiz e como ser humano, que só nos transmitia amor e paz”, disse. Também o corregedor-geral, desembargador Ricardo Anafe, prestou suas homenagens. “Levada sempre foi uma pessoa extremamente alegre. Homem sempre sorridente, falava alto, era uma pessoa marcante. Nos dávamos muitíssimo bem. É uma saudade que dói, mas temos que transformar essa dor em algo bom”, declarou. O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Paulo Dias de Moura Ribeiro falou aos filhos de Soares Levada e contou um pouco de suas memórias com o colega do 148º Concurso da Magistratura. “Tenho a honra de ter convivido com o Soares Levada. Um homem brilhante, que merece todos os elogios.” Em seguida, o diretor da Escola Paulista da Magistratura (EPM), desembargador Luís Francisco Aguilar Cortez comentou da perda, dolorosa para a EPM, daquele que sempre foi generoso e com disposição para colaborar. “É um momento triste, mas de render homenagens a um magistrado e um professor tão querido”, classificou. Em nome da 18ª Câmara de Direito Privado e do Conselho da Associação Paulista dos Magistrados (Apamagis), falou o desembargador Roque Antonio Mesquita de Oliveira. “Levada tinha não só as palavras, mas os atos que confirmaram todas as suas palavras ao longo da vida. Ele viveu para servir ao próximo, servir à família, servir aos colegas e estava sempre disposto.” “Eu nutria um carinho e respeito enormes pelo Levada, pela pessoa que aprendi a admirar muito. É muito difícil imaginar como vai ser essa continuidade sem ele”, afirmou o desembargador Luiz Guilherme da Costa Wagner Junior que, em nome do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, transmitiu seus sentimentos à família do magistrado. Emocionada com a partida do colega, a presidente da 34ª Câmara de Direito Privado, desembargadora Maria Cristina Zucchi, lembrou da voz do amigo cantando e citou uma música que o magistrado gostava muito, que, em suas palavras, ficarão eternamente marcadas em sua mente. “Ele tinha um coração de ouro, imenso. Se orgulhava demais dos seis filhos, dos cinco netos, de sua família, sem distinção nenhuma, e dizia-se feliz com o que havia conseguido. Fica uma saudade eterna e as lições maravilhosas que ele nos deu”, comentou. A alegria de Soares Levada foi unanimidade entre os que renderam suas homenagens ao magistrado. Fizeram uso da palavra os desembargadores Ruy Coppola, Ricardo Cintra Torres de Carvalho, Daise Fajardo Nogueira Jacot, Luiz Augusto Gomes Varjão, Ligia Cristina de Araújo Bisogni, Tercio Pires, Fernando Antonio Torres Garcia, Artur César Beretta da Silveira, Rosa Maria Barreto Borriello de Andrade Nery e Afonso Celso Nogueira Braz; e os servidores Guilherme de Siqueira Cafcalas e Sara Otsubo Garcia. O filho Filipe Antonio Marchi Levada, juiz auxiliar da Comarca de Jundiaí, agradeceu em nome da família. “Foi uma grande honra receber e pidir a existência com ele, ter estado com ele até o último momento e, quem sabe, estar com ele novamente.” A esposa, Luciana Levada, também teceu algumas palavras. “Para mim, estar aqui hoje foi um presente. O Cláudio era um baita companheiro, meu melhor amigo, nosso parceiro de todas as horas. São pessoas como vocês que dão força para nós todos os dias. Ele adorava vocês.” Também participaram da sessão os desembargadores Fernando Melo Bueno Filho, Sergio Coimbra Schmidt, Jose Jacob Valente, Camilo Léllis dos Santos Almeida, Ana Catarina Strauch, Rômolo Russo Júnior, Eduardo Azuma Nishi, Monica Salles Penna Machado, os juízes substitutos em 2º Grau Hélio Nogueira e Maria Salete Corrêa Dias e outros familiares, amigos e advogados.   imprensatj@tjsp.jus.br           Siga o TJSP nas redes sociais:  www.facebook.com/tjspoficial         www.twitter.com/tjspoficial         www.youtube.com/tjspoficial         www.flickr.com/tjsp_oficial         www.instagram.com/tjspoficial
16/09/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.