Consulte aqui seu Processo:

Insira seu usuário e senha para ter acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,22 5,22
EURO 6,35 6,35
PESO (ARG) 0,06 0,06

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

TJSP na Mídia: Imprensa divulga ações do Tribunal contra violência doméstica

Projeto Carta de Mulheres foi um dos temas noticiados. Ações do Tribunal de Justiça de São Paulo voltadas para o combate à violência doméstica foram assunto de matérias jornalísticas em persos veículos de imprensa nos últimos dias. Saiba mais: O telejornal SP 1ª edição, da Rede Globo, no último sábado (10) abordou o projeto Carta de Mulheres, que registrou 1.682 pedidos de orientação por vítimas de violência doméstica dentro e fora do Brasil. A iniciativa do TJSP completou um ano na última quarta-feira (7). A vice-coordenadora da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário (Comesp) do TJSP, juíza Teresa Cristina Cabral Santana, afirmou ao SPTV 1 que a equipe responsável por receber as solicitações informa não somente sobre a legislação pertinente ao caso, “mas também os caminhos que podem ser seguidos a partir daquele relato de violência”. O portal G1 também abordou o projeto. “A gente precisa romper o ciclo da violência, olhar para a situação e compreender que há saída, mas que passos são necessários para que isso aconteça”, disse Teresa Cristina Cabral Santana. A reportagem pulgou serviços oferecidos na Casa da Mulher Brasileira, espaço inaugurado em 2019 e que conta com um Anexo Judiciário vinculado à Vara Central da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Capital. O Conjur detalhou o funcionamento do Carta de Mulheres. A vice-coordenadora da Comesp ressaltou que o contato com as mensagens tem permitido uma avaliação da efetividade das ferramentas de acesso à Justiça e direcionado a atuação da Coordenadoria na formulação e implementação de políticas públicas. “A escuta cautelosa e qualificada é necessária para criarmos ações que possam efetiva e concretamente proporcionar o enfrentamento à violência”, destacou Teresa. Já o Bom Dia Cidade, da Rede Globo, abordou o aumento do número de medidas protetivas em Sorocaba durante a pandemia. O juiz Hugo Leandro Maranzano, responsável pela Vara do Juizado Especial Criminal e de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Sorocaba, falou sobre a possibilidade de se fazer um boletim de ocorrência de forma virtual e, ao mesmo tempo, solicitar medida protetiva. “O fato de a Polícia Civil ter disponibilizado essa ferramenta de denúncia via internet foi de extrema importância, porque, diante da pandemia, as pessoas têm receio de ir à Delegacia”, explicou. Após os procedimentos na polícia, o caso é encaminhado ao Judiciário, que avaliará o pedido da medida. O projeto "Pérola – Vidas São Preciosas", que inicialmente abrange os municípios de Santa Ernestina, Fernando Prestes, Cândido Rodrigues e Taquaritinga, foi assunto da Rádio CBN – Ribeirão Preto, na manhã desta segunda-feira (12). De iniciativa do Poder Judiciário, Ministério Público e OAB, o objetivo da ação é proteger mulheres vítimas de violência e diminuir o número crescente de agressões. “Em todo o país, os poderes públicos têm se movimentado para melhorar esses quadros e garantir não só a vida, mas a vida com dignidade dessas mulheres, que muitas vezes não recorrem por medo”, diz a matéria, indicando que o próximo passo do projeto será a capacitação dos agentes e funcionários da rede de atendimento. imprensatj@tjsp.jus.br     Siga o TJSP nas redes sociais:  www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial
12/04/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.