Consulte aqui seu Processo:

Insira seu usuário e senha para ter acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,59 5,59
EURO 6,32 6,32
PESO (ARG) 0,06 0,06

TJSP participa de seminário sobre inteligência artificial nos serviços públicos

Presidente Pinheiro Franco discursou em painel inaugural.     O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco, participou, na manhã desta sexta-feira (15), do painel inaugural do “Summit Inteligência Artificial para Saúde - compras públicas de inovação e inteligência artificial”. O seminário, que prosseguirá de 18 a 22 de outubro totalmente no formato virtual, reúne integrantes do setor público, sobretudo da área da saúde, para debater sobre as compras públicas de inteligência artificial, sua implementação e os papéis que cada entidade pode exercer ao longo do processo. Promovido pelo Núcleo de Inovação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (InovaHC), o painel inaugural foi realizado presencialmente no Instituto de Radiologia do HC-FMUSP (InRad), com transmissão ao vivo pelo canal oficial do InovaHC no YouTube.     A abertura oficial do encontro contou com a presença de representantes do HC-FMUSP, do Executivo federal e estadual e do Poder Judiciário. O subprocurador-geral de Justiça, Arnaldo Hossepian Junior, coordenador científico do evento, ressaltou que o correto emprego da inteligência artificial pode trazer inestimável benefício à sociedade. “A máquina bem trabalhada pode fazer um diagnóstico mais preciso e reduzir a fila de espera para atendimento, que perturba toda a sociedade brasileira.”     O presidente Pinheiro Franco abordou a busca e emprego de inovações tecnológicas no âmbito da Corte paulista, citando o laboratório de inovação do Tribunal, o INOV@TJSP, criado em 2019 para elaboração de propostas de melhorias dos serviços de prestação jurisdicional e de soluções para problemas administrativos. “Ao Poder Judiciário, não raras vezes, são trazidas à deliberação questões de responsabilidade civil, regulatórias e contratuais cujo objeto é a encomenda tecnológica as quais, quando envolvem questões de medicina e saúde, trazem consigo uma complexidade e sensibilidade ainda maior.”     O desembargador concluiu seu discurso parabenizando os organizadores do evento e destacando: “estejam certos que a inteligência artificial e a robotização (ambos aplicados no Poder Judiciário) e outros meios que virão, representam o caminho certo para que possamos, nas nossas áreas de atuação, prestar um serviço competente e seguro para o cidadão”.     Representantes das demais instituições presentes também falaram sobre suas impressões com o uso da inteligência artificial e outras inovações tecnológicas. O procurador-geral da Justiça do Ministério Público de São Paulo, Mário Luiz Sarrubbo, ressaltou a importância da ferramenta nas pesquisas de jurisprudência e, também, na gestão da instituição, trazendo eficiência e economia. “A inteligência artificial trouxe a possibilidade de nos tornarmos mais eficientes para a população”, frisou. Para o defensor público-geral de São Paulo, Florisvaldo Antonio Fiorentino Junior, os avanços tecnológicos no serviço público não podem perder de vista a considerável parcela da população que ainda é vítima da exclusão digital. “O usuário da Defensoria Pública, assim como os que procuram serviços do HC, é o que ainda dá passos na inclusão digital.”     Também participaram da abertura do seminário o vice-presidente do Tribunal de Contas da União, ministro Bruno Dantas; o secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim; a presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, conselheira Cristiana de Castro Moraes; a procuradora geral do Estado, Maria Lia Pinto Porto Corona; o superintendente do HC-FMUSP Antonio José Pereira; o presidente do InovaHC, Giovanni Guido Cerri; o diretor de equipe do InovaHC, Marco Antonio Bego; o diretor da FMUSP, professor doutor Tarcísio Eloy Pessoa de Barros Filho; a diretora clínica do HC-FMUSP, professora doutora Eloisa Silva Dutra de Oliveira Bonfá; e o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para a Saúde (Abimed), Fernando Silveira Filho.           imprensatj@tjsp.jus.br     Siga o TJSP nas redes sociais:     www.facebook.com/tjspoficial     www.twitter.com/tjspoficial     www.youtube.com/tjspoficial     www.flickr.com/tjsp_oficial     www.instagram.com/tjspoficial
15/10/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.